CUIDADOS PARA O RETORNO DAS ACADEMIAS E AFINS

08.06

As academias e demais centros de treinamento estão no cerne de uma “briga” entre o governo federal e o estadual.

O governo federal, notadamente o presidente Jair Bolsonaro, autorizou a reabertura das academias e de alguns outros tipos de prestadores de serviço. O governo estadual e o municipal, por sua vez, negou-se a cumprir esse decreto e ordenou que as academias continuassem fechadas até segunda ordem.

Há quem concorde com o governo federal; outros, acham que o estadual tem razão. Independente de qual seu o seu ponto de vista e qual curso de ação você pretenda tomar, é importante que você tenha consciência de que a reabertura das academias trará certa dificuldade e que teremos uma nova realidade em nossas mãos, com alguns protocolos novos de higiene a seguir.

QUANTIDADE LIMITADA DE ALUNOS

Essa medida é praticamente inevitável — ela, aliás, já está sendo adotada por farmácias, mercados e alguns outros tipos de estabelecimentos que seguem abertos.

No caso das academias, será preciso definir um número máximo de alunos que irá poder utilizar as instalações por vez para evitar aglomerações.

Uma alternativa interessante para essa questão é fazer treinos com horário marcado; o aluno acessa o site ou aplicativo da academia, reserva seu horário e aparece no dia e na hora combinada.

REALIZAÇÃO DE TESTES RÁPIDOS

Algumas academias estão cogitando permitir apenas a entrada de alunos que se submeterem a realização de um teste rápido para saber se estão infectados.

Essa é uma medida cara e complexa, mas que será inevitavelmente adotada pelas academias maiores ou por locais nos quais o risco de contágio é muito grande, como os centros de natação ou artes marciais, por exemplo.

FORÇA DE LIMPEZA REFORÇADA

Outra medida que será tomada é o reforço da força de limpeza das academias; em nossa nova realidade, será preciso realizar um trabalho de limpeza e desinfecção constante nos aparelhos, o que fará com que seja necessária um número maior de profissionais para realizar a limpeza da academia e seus equipamentos.

A PRATICIDADE SERÁ ESSENCIAL

No texto acima demos apenas alguns exemplos de medidas que deverão ser tomadas para que as academias possam voltar a funcionar; existem muitas outras.

Em todo caso, é interessante que você prefira para a sua academia estruturas que sejam fáceis de limpar e higienizar, tal qual o EVA; ele pode ser utilizado para revestir pisos e paredes, além de ser excelente para tatames e demais áreas que requerem absorção de impacto.

Não deixe, portanto, de contatar a AMS e conhecer a ampla gama de soluções em EVA que colocamos à disposição de nossos clientes. Certamente uma delas será a ideal para que você se prepare para o momento em que as academias puderem ser reabertas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *