O E.V.A. É RECOMENDADO NO TRATAMENTO ACÚSTICO?

04.12

Muitas pessoas têm o sonho de investir no isolamento acústico de sua casa ou empresa, seja porque elas têm o hábito de tocar algum instrumento e não querem atrapalhar os vizinhos ou porque elas têm um estilo de vida um pouco expansivo, que acaba culminando em um maior nível de barulho.
Fazer o isolamento acústico de um local, no entanto, não é uma tarefa fácil (e nem barata), o que faz com que muitas pessoas desistam dessa empreitada. O que elas não sabem, no entanto, é que no mercado existem produtos que são capazes de lhes ajudar a alcançar um certo isolamento acústico sem gastar tanto: o E.V.A.

O e.v.a é uma ótima solução caseira, se você não sabia, o E.V.A. pode ser utilizado para isso. A qualidade percebida do isolamento acústico proporcionado pela aplicação do E.V.A., no entanto, irá variar de acordo com o seu nível de expectativa.
Se você está esperando alcançar o completo isolamento do som, irá se decepcionar, já que o E.V.A. é capaz de atenuar, porém não de eliminar o vazamento de som – isso exige uma série de outras etapas e componentes, como por exemplo a vedação completa de quaisquer saídas e frestas, a colocação de elementos densos, como lã e espuma, por exemplo, e até mesmo a criação de novas paredes, que fiquem afastadas das originais.
Se, no entanto, você está esperando apenas que haja uma diminuição no nível de ruído que vaza do seu local, o E.V.A. irá lhe atender bem, já que por ser feito de borracha e possuir uma densidade considerável, ele é capaz de atenuar consideravelmente o nível de ruído que irá vazar de um local.

O e.v.a. é apenas parte da solução, pois se você quiser que o E.V.A. seja verdadeiramente útil até mesmo em situações mais extremas, como na construção de um estúdio caseiro, por exemplo, é recomendável que você o utilize em conjunto com outros materiais, como por exemplo espuma, lã e até mesmo placas de drywall. Isso ocorre porque fazer o isolamento acústico de um local costuma ser algo complexo; mesmo a instalação de diversas placas de E.V.A., muitas vezes, não é suficiente para acabar com o vazamento de som de um local, sendo preciso empregar um misto de técnicas e equipamentos que, em conjunto, façam com que haja um melhor isolamento sonoro. Alguns dos exemplos mais comuns desses materiais e dessas técnicas é a colocação de lã, espuma, drywall e até mesmo a vedação de portas, janelas e frestas, para que o som não escape.

Uma dica importante, o formato do cômodo importa, muitas pessoas não sabem, mas na hora de melhorar o isolamento acústico, é importante pensar no formato do cômodo. Para um resultado melhor, quanto mais irregular ele for, maior será o isolamento obtido. Se você não pode (ou não quer) mexer nas paredes, uma boa tática é investir em placas de drywall e até mesmo de papelão para mudar um pouco o formato do local.

Uma vantagem pouco divulgada, mas muito importante, é que se você pretende utilizar o E.V.A. para fazer um estúdio ou algum outro tipo de cômodo no qual vá haver isolamento acústico, é importante que esse material é recomendável para essa finalidade por ser seguro, já que o mesmo não propaga as chamas e não emite nenhum tipo de fumaça tóxica quando queimado. Por mais que isso pareça algo tétrico, é importante levar isso em consideração quando se constrói espaços pequenos, que terão pouca ventilação e diversos equipamentos elétricos, para que não ocorra nenhum tipo de acidente indesejado.

FICOU COM DÚVIDA? FALE COM A AMS!

Se o texto acima não foi suficiente para esclarecer as suas dúvidas, ou mesmo se você se interessou pelo assunto e está pensando em investir no E.V.A. para o isolamento de algum cômodo, não deixe de falar com a AMS, uma empresa que está há anos no mercado, possuindo ampla experiência nesse tipo de material e sendo capaz de desenvolver as melhores soluções possíveis em E.V.A.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *